DEPOIMENTOS

laca sobre papel biablack.JPG

Laca

Obra: "Carícias sobre a pele nua"

Papel Moreno Moinho Brasil

O desafio desta obra foi o de pesquisar novas experimentações quanto ao uso de materiais e técnicas e observar o comportamento do papel  Moreno  ao termino de cada etapa.

 

Meu trabalho  tem como característica o uso de elementos alheios à obra, a colagem de fragmentos de tecidos, papéis, ou do uso de oxido de ferro e um fazer e desfazer do processo.

É nesta poética, de  fragmentos de um existir , sentir e viver,que crio uma composição, evocando a memória, a impermanência, a transitoriedade.

Para confecção desta obra utilizei-me de pigmentos à base de água, de cola branca, de tecidos, de oxido de ferro , de neutralizante do processo de ferrugem, e verniz .

O papel apresentou resultados excelentes, não transpassou o frente/verso com nenhum dos materiais aquosos usados, bem como não embabadou.

Foi uma experiência muito gratificante.

Agradeço a Rita Caruzzo e a Renata Teles o convite  a oportunidade  para participar de todo este maravilhoso processo.

- Bia Black

20200907_185317.jpg

Técnica Mista

Papel Chuí

Por toda a história a indústria a tecnologia e a arte estiveram intimamente conectadas ou de um forma obvia ou de maneira mais sutil e no caso dos artista uma das maneiras mais visíveis foram o desenvolver de matérias desde os papiros egípcios por exemplo até papel washi japonês e provocando a criação enfim uma marca indelével nas caraterísticas culturais de cada povo e região ; Pois bem este preambulo bem generalizado foi somente para explicar o que sinto trabalhando em papeis feitos no Brasil e participar de uma pesquisa não para emular papéis europeus , asiáticos ou de qualquer outra cultura mas sim para encontrar um material que nos fale em português para desenhar em brasileiro e esta sendo uma experiência uma jornada que avança e nos desbrava e que nos dá resultados novos desenhar em minha língua riscar na nossa própria mitologia então olá Moinho Brasil.

Descrever os resultados técnicos do material não seria justo comparando ao que eu sinto trabalhando nestes papeis da Moinho mas...o papel tem força e resistência e ja testei para técnicas secas e pena tanto de metal como de madeira ...a tempera adere bem em sumao papel da Moinho é muito bom sim alias muito bom.

- Paulo Sayeg

JulianeMai_Sintonia2019.jpg

Técnica Mista

Obra: "Sintonia" Formato: 70 x 100 cm

Papel Macaréu 600g

O papel Macaréu 600g da Moinho possui uma ondulação natural que deixou o trabalho ainda mais incrível. Sua gramatura firme me permitiu usar um composto de massa acrílica para formar relevos texturizados que se misturam aos traços, feitos com duas marcas de canetas coloridas, de vários tamanhos. Como o papel é bem encorpado, ele tende a absorver a tinta e expandir um pouco o traçado, então trabalhei com linhas mais distantes umas das outras para obter o resultado esperado. Finalizei com verniz spray fosco, que concedeu proteção à obra, firmando as cores e preservando o papel.

- Juliane Mai

IMG_20210118_161121_398~3.jpg

Gravura/ Monotipia

Obra: "Ousadia"

Papel Bonito

O meu maior desafio na realização desta gravura foi o tamanho da gravura. Por definição a gravura teria o tamanho de 60 x 80 cm. Tanto a minha prensa quanto a embalagem de leite se adequam a papeis tamanho A4, no máximo tamanho A3. A solução foi utilizar a folha da Davalia fejeensis – samambaia renda portuguesa como elemento de integração entre as 2 embalagens. Depois deste desafio, aprendi a aumentar as matrizes de embalagem de leite, costurando-as e colando-as. O papel Bonito é maravilhoso. As tintas penetram bem e a imagem fica muito bem definida. O resultado é incrível.  

- Rosane Viégas

Marcela Amaro - Acrilica spray.JPG

Técnica Mista

Obra: "Elga – Mãe Terra"

Papel Orowu 300g

Elga representa a face do poder da natureza. O papel utilizado (Orowu) inspirou e enfatizou a questão ambiental e orgânica representada no trabalho. A vida que existe no papel é transcendida em forma de ícone, Mãe Terra, nossa Mãe. As escolhas dos tons terrosos e da personagem Elga estão em sintonia, à aplicação do dourado remete a riqueza do que temos e precisamos apreciar com mais profundidade, a natureza.

- Marcela Amaro

thumbnail_PHOTO-2020-05-27-19-35-21.jpg

Acrílica

Obra: Trama Instrumental

Papel Oiapoque

É indiscutível a qualidade dos papéis artesanais da Moinho Brasil. Escolhi trabalhar  esta obra com tinta acrílica sobre o papel Moreno, que é um papel mais grosso e macio, e o resultado foi muito positivo.

- Heloize Rosa

2-O Olho Vê o Coração .JPG

Técnica Mista

Obra: O Olho Vê, o Coração...

Papel Itapuã

Utilizei uma cola transparente sobre o papel, como base para execução da pintura, que não alterou a textura do pape, permitindo uma maior elasticidade na aplicação da tinta óleo como da tinta acrílica da caneta.

- Kazuhe Shizuru

thumbnail_IMG_20210118_164555_227~3.jpg

Óleo

Obra: Nado Livre

Papel Macaréu

Há um ano venho testando os papeis da Moinho Brasil com a técnica em pintura à óleo sobre o papel, uma desafio e tanto levando-se em conta que papel não é um material apropriado para a técnica de pintura à óleo. A obra "Nado Livre" foi pintada com a técnica óleo sobre papel São Paulo da Moinho Brasil. Achei a experiência incrível de trabalhar com os papéis da Moinho por serem artesanais e por sua alta qualidade. Os trabalhos que fiz ficaram maravilhosos e de alta qualidade pois consegui aproveitar toda a potencialidade do papel.

- Iolanda Cimino

thumbnail_IMG_20210616_124449_216~3_edit

Caneta Posca

Obra: Masp

Papel Chuí

O papel aceitou muito bem a tinta acrílica mais aguada , assim como as canetas , porém deve se usar a caneta desta forma : 

Pincel será molhado no bico da caneta e pintando o papel , pois dependendo da caneta o bico pode esfarelar o papel .

- Rita Caruzzo

Rogerio carnaval- décollage.jpg

Décollage

Obra: Décollage

Papel Chuí

A Décollage é um técnica nascida no Neo Realismo e permeia apresentar novas camadas ou "novas realidades" de uma imagem ou estética. Na obra apresentada, o artista Carne Levare utilizou o Papel Chui como suporte para décollage e buscou a experimentação do papel artesanal junto a industrial oriundo de cartazes urbanos com impressão serigráfica. O papel Chui se comportou bem, aderente a boa fixação e consistente a receber as camadas úmidas da Décollage, resultando em um contraste convidativo junto aos veios, camadas, e texturas do Papel Chui entrelaçadas as letras e elementos desconstruídos de Carne Levare.

- Rogério Carnaval

IMG_20210127_133029221~4.jpg

Fotografia

Obra: Perdida no Ferro

Papel Sabiá

Conscientização para preservarmos o meio ambiente.

Fotografia com intervenção digital.Trabalho realizado no papel artesanal Sinhá 75 gr.

O papel se adequou muito bem à impressão e as cores da foto ficaram muito originais.

- Soso Botture

Cuida da Mata - colagem.jpg

Colagem

Obra: Cuida da Mata

Papel Oxah

O papel Oxah é muito bom tanto para impressão de fotos em alta resolução como suporte.

Como suporte, usei o de 300mg e comportou-se muito bem.

Na impressão, ficou uniforme e com excelente pigmentação.

- Patricia Amato

IMG-3463 (1).jpg

Canetas

Obra: Cuida da Mata

Papel Macareú

Ele é bem branco e texturizado. Excelente para trabalhar com canetas hidrográficas. Aceita bem a caneta e até manchar o papel sobre o desenho realizado com a caneta. Não é o que se vê neste trabalho propriamente dito, que é feito unicamente com caneta hidrográfica, mas se você observar o trabalho que enviei , ele ficou muito bom.

- Fátima Lourenço (em memória)

Nossos mais profundos agradecimentos.

IMG-20210125-WA0012~2.jpg

Lápis de Cor

Obra: Perdida no Ferro

Papel Minuano

Uma boa forma de se conseguir efeito de neblina à noite em um desenho é trabalhar com o papel escuro e, nesse caso, o azul marinho foi perfeito, devido suas imperfeições e saliências. Nesses locais, o lápis branco e o preto não deixaram a cor ser impressa, o que levou à idéia de falta de luz ou de incidência de claridade. Tal efeito se intensificou ainda mais no delinear da água em movimento leve, refletindo como um espelho o que está acima.

- Rosângela Araújo

Obra.jpg

Pastel Seco

Obra: Mona

Papel Chuí

Foi um trabalho muito inspirador e fácil de executar. Pintado com pastel seco sobre papel Moinho Brasil.

O papel favoreceu muito a execução do trabalho, apesar de uma gramatura um pouco mais grossa, o pastel respondeu muito bem. Fixando bem todo o trabalho, sem precisar de retoques.

Foi fácil de espalhar o material no papel as cores ficaram mais vivas.

Eu trabalho espalhando o pastel seco com os dedos e alguns detalhes com um pincel de cerda bem macia, e o papel da Moinho Brasil é macio, excelente na hora de espalhar o material.

O resultado me surpreendeu.

- Ana Bittar

Bruno Badaró -O real valor da terra.jpg

Acrílica e Spray

Obra: O Real Valor Da Terra

Papel Chuí

A experiência foi ótima, sempre procurei papéis bons no mercado nacional e com a moinho fiquei bem satisfeito com o final. A textura é muito boa e gostei como o spray adere ao papel.

Resultando uma ótima parceria.

- Bruno Badaró

Isa Godoy - A natureza sangra.JPG

Foto & Impressão

Obra: A Natureza que Sangra

Papel Chuí

Participar deste trabalho com a moinho foi um presente memorável, a experiência em novos papéis e a impressão digital na nanotecnologia proporcionaram um novo olhar fotográfico. Escolhi uma imagem reflexiva e poética. "A natureza que sangra” como um alerta à humanidade que desrespeita é destrói a natureza que tanto nos dá. A Moinho Brasil, assim como eu, busca não feri-la utilizando a reciclagem. A texturas do papel Chuí traz uma qualidade incrível. 

- Isa Godoy 

Obra(1).jpg

Técnica Mista

Obra: Seres Imaginários

Papel Chuí

Em 2020 fui contemplado com a premiação em primeiro lugar no Salão Arte Sobre Papel da Moinho Brasil, onde como premiação tive o prazer de receber vários kits de seus produtos, uma diversidade de cores , texturas e possibilidades. Esse rico material em sua alta qualidade se apresentou como uma oportunidade única de um excelente produto nacional, me apresentando particularidades que fui ao longo do processo de trabalho explorando e desvendado. Pude observar nesse caminhar que minhas obras se acresciam de um outro acabamento, não só pela qualidade técnica do papel, mas também do resultado que essa provoca no acabamento..

Deixo aqui toda minha gratidão a equipe Moinho Brasil, e fico feliz em quanto artista plástico saber que temos um produto que valoriza nosso trabalho.

- Cazé Araújo

Obra(3).jpg

Collagraph

Papel Caruru

Maravilha de papel para impressão em Alto e Baixo Relevo... em Xilografia de Fio e Topo.

- Luiz Carlos Officina

thumbnail_IMG_20210118_162000_966~2.jpg

Nanquim e Lápis

Papel Chuí

Trabalhar com papel Chuí foi muito bom, ele se adaptou aos materiais usados por mim , namquim e lapiz aquarelado.

- Jorge Mendez